Nangten Menlang - Centro Médico Budista

Morte sem medo

A morte é um dos acontecimentos mais importantes da nossa vida. Todos enfrentaremos a morte, sem excepção. Sabemos isto e, no entanto, esquecemo-nos disto. Talvez por causa do nosso medo do desconhecido, costumamos fingir que a morte não existe. Mas, segundo os ensinamentos budistas, a morte é uma oportunidade. É o momento em que podemos chegar à nossa verdadeira natureza, ao estado mental da luz clara.

A morte não é apenas algo que acontece exteriormente (as pessoas verem-nos como mortos), mas é também algo que acontece interiormente. É uma experiência do corpo e da mente. O budismo explica esta experiência de forma exacta. Os elementos que compõem o nosso corpo e mente dissolvem-se uns nos outros, um a um. Cada dissolução produz um estado mental particular. Isto pode parecer muito estranho, mas a verdade é que passamos por isto a cada 24 horas. Chamamos a este processo “pequena morte” e acontece quando adormecemos. A forma como adormecemos é exactamente a forma como morreremos. Podemos usar a pequena morte para nos treinarmos e aprender a navegar por esta experiência. É desta forma que nos preparamos para uma morte sem medo.

Se soubermos reconhecer e permanecer no estado mental da luz clara que acontece na morte, isso terá um impacto profundo na nossa próxima vida. No estado entre vida e morte, chamado Bardo, podem aparecer todo o tipo de coisas e provocar as nossas emoções. É exactamente como um sonho. Não é real mas parece real e cria em nós reacções reais. Temos de aprender a reconhecer este sonho e a manter uma mente calma e clara, precisamente quando isso é mais importante.